Educação em Sexualidade 

Com Ênfase na Prevenção do Abuso Sexual Infanto - Juvenil


Por que esta formação é tão importante?

 

O abuso sexual infantil é uma das piores formas de violência contra o ser humano, pois a criança indefesa, se vê impotente diante de um outro indivíduo, que aproveitando - se da vulnerabilidade da criança, pratica atos que vão afetar diretamente o crescimento saudável da criança e trazer consequências psicoemocionais para o resto da vida.

 

Os prejuízos físicos e emocionais são grandes e existem duas maneira eficientes de se prevenção: 1) Capacitar os pais para saberem como inserir no seu dia a dia, ações que protejam as crianças, diminuindo assim as chances de abuso, 2) capacitar educadores e profissionais da saúde para lidarem com o tema no cotidiano escolar, possibilitando assim, que a criança encontre na escola ou profissional da saúde, um ambiente propício para uma educação sexual com foco na prevenção e acolhimento necessário para casos de abuso, visto que a maior parte dos casos acontece dentro da família. O objetivo é que o educador seja também um ponto de referência para a criança e o adolescente vulnerável.

 

A estimativa do Disque 100 é que todos os dias mais de 50 crianças sejam vítimas de abuso sexual, porém, vale lembrar que esta estimativa se refere apenas aos casos que chegam a ser denunciados.

 

É inimaginável o número de casos que ficam escondidos, e que jamais chegarão ao conhecimento das autoridades, para aplicarem as medidas cabíveis contra os abusadores e tratarem física e emocionalmente as vítimas. O maior número de casos de abuso sexual permanece em silêncio, que são levados por toda a vida como um segredo, que afeta negativamente o contexto familiar e principalmente, a vida da pessoa vitimizada.

 

Por isto é tão importante falar sobre violência sexual contra crianças e adolescentes e dar instruções práticas a pais e treinamentos efetivos a educadores e profissionais da saúde, para que estes possam ser peças fundamentais no empoderamento de crianças e adolescentes.

 

O tema precisa ser mais e mais difundido, porque a violência sexual contra crianças e adolescentes é uma prática que infelizmente cresce em todo o Brasil e para que os pais, professores e todo o país enfrentem e superem essa grave situação, é preciso conhecer muito bem o problema.

 

No que diz respeito ao tema Sexualidade na Adolescência, a informação sobre prevenção e todo o contexto envolvendo esta temática, como valores, princípios, respeito ao próprio corpo e ao corpo do outro, saúde reprodutiva, gravidez indesejada – ciclos interrompidos, etc, deve ser uma constante na prática familiar e docente. Por isto, a educação para a sexualidade deve acontecer de forma sadia, consciente e responsável, por pais e por profissionais capacitados, para que o ciclo de IST´s, gravidez precoce, violência e exploração sexual possa ser interrompido.

 

Não se fala em sexualidade em casa com os pais, nem no consultório com o(a) médico(a), nem na escola.
Precisamos capacitar professores e profissionais da saúde para mudar esta realidade.

Objetivos gerais:


• Envolver professores, professoras e profissionais da saúde, no trabalho de educação para sexualidade de crianças e adolescentes, de modo contínuo e lúdico, reforçando o empoderamento da criança e do adolescente na prática da autoproteção;
• Capacitação para que o tema Sexualidade possa ser trabalhado com seriedade e conhecimento, respaldo legal e científico, para que o profissional esteja apto a instruir a família e a sociedade como proceder para a educação em sexualidade de crianças e adolescentes;
• Capacitação para trabalhar temas de sexualidade e abuso sexual em escolas e espaços públicos, bem como em toda a comunidade; Desenvolver ações e projetos escolares sobre o tema. Esclarecer dúvidas sobre sexualidade; etc.
Objetivos específicos:
• Facilitar a aquisição de habilidades, para saber lidar melhor com temas importantes sobre o comportamento sexual de crianças e adolescentes, instruir sobre a tomada de decisões, de autoconfiança, comunicação e negociação, e capacidade de recusa da violência sexual, em qualquer de suas formas, estimulando crianças, adolescentes ou jovens a assumir responsabilidade por seu próprio comportamento e a respeitar o direito de outros, assim como estimular aceitação e empatia independentemente do seu estado de saúde ou orientação sexual;
• Envolver pais, responsáveis, comunidade escolar e sociedade em geral na temática, estimulando – os a contribuir e participar ativamente da educação em sexualidade das crianças e adolescentes, com o fim principal de prevenção contra o abuso sexual infanto-juvenil, por meio de ações de conscientização;
• Capacitação para trabalhar sexualidade no contexto escolar dentro dos parâmetros legais e para desenvolver nos alunos o treinamento cognitivo-comportamental para autoproteção contra abuso e exploração sexual, bem como qualquer forma prejudicial de interação e sexualidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conteúdos específicos:

• O que é sexualidade? • Aspectos socioculturais e religiosos da Sexualidade • Mitos e tabus • Família e sexualidade • Educação em Sexualidade • Trabalhando a sexualidade no olhar Sistêmico . O educador em sexualidade e seus papel nos diferentes grupos: comunitários, escolares, empresariais e terapêuticos . Ética e Educação em sexualidade 

• O olhar do educador e do profissional da saúde sobre a sexualidade integral do ser humano • O papel do educador em sexualidade no ambiente escolar e da saúde • Como educar para a sexualidade no contexto escolar? Limites e possibilidades • Fases do Desenvolvimento psicossexual da criança e suas especificidades • Masturbação infantil • Identificando sinais de abuso sexual • O papel do professor diante de situações de abuso sexual • ECA • Como ouvir a criança • Como trabalhar a cartilha educativa Educando Para a Vida com pais e professores • Ações diárias de prevenção no contexto escolar e de saúde • Parâmetros curriculares e Orientações Técnicas de Educação em Sexualidade Para o Cenário Brasileiro • Puberdade e Sexualidade na adolescência • Educação sexual na adolescência: DST´s / Saúde Reprodutiva e Prevenção / Métodos contraceptivos/ Gravidez na adolescência, responsabilidade e consequências / Violência sexual e abuso sexual infanto-juvenil / Valores, atitudes, habilidade e princípios da família / Relacionamentos, auto – estima e sexualidade / Cultura e Sexualidade / Sexualidade consciente e responsável, bullying. • O que é preciso saber em cada fase da infância e adolescência • A sexualidade do portador de deficiência física e mental • Perspectivas relacionais de Gênero e Sexualidade – identidade, orientação, sexo. • Suicídio em contextos de hetero e homoafetividade • Workshop de Desenvolvimento de material didático • Estudos de caso (opcional) • Elaboração de projeto social visando trabalhar o conteúdo aprendido, buscando contribuir com a comunidade de forma ativa. (opcional) • Desenvolvimento de projeto social supervisionado (opcional) Observação: O conteúdo ministrado será definido mediante necessidade do público-alvo e carga horária. Outros assuntos, além dos listados acima também poderão ser abordados, mediante acordo prévio.


Estrutura e desenvolvimento:
• Palestra sobre os temas propostos e bate-papo inicial aberto para esclarecimento de dúvidas.
• Ministração dos Módulos e workshops • Desenvolvimento de projeto social em escola pública – supervisionado (opcional)
Método:
- Aulas interativas, prático-teóricas
- Estudos de caso
- Desenvolvimento de projeto social em sexualidade, dando preferência a escolas da zona rural e periferia (opcional)

Curso teórico 50 horas | Desenvolvimento de projeto pedagógico: 10horas

Total do curso: 60 horas

Certificado de Capacitação em Educação Sexual com Ênfase em Prevenção do Abuso Sexual Infanto-Juvenil

Total: 60 horas

Curso intensivo: 20 horas

EM BREVE ESTE CURSO SERÁ OFERECIDO NA VERSÃO EAD

Para maiores informações, favor entrar em contato:

34 - 9.9927-1133

MedClínica 

R. Arthur Bernardes, 87
Centro - Coromandel/MG 

Fone: (34) 3841-1322

MedSquare

Rua Rafael Marino Neto, 222

Jardim Karaiba - Uberlândia/MG

Terapia Familiar e Sexologia

© 2017 por Sarah Martins

Desenvolvido por Dandoor Publicidade