Blog

Blog

A família e o Vício em internet / redes sociais

09/01/2018

 

 

Claro que os benefícios da internet são inegáveis e se usados com inteligência e moderação, ajudam e facilitam demais a vida de todo mundo, principalmente na qualificação e desenvolvimento profissional, auxiliando nos estudos, aprendizagem de novos idiomas, aproximando pessoas, enfim... os prós são muitos.

 

Mas não podemos negar que o uso excessivo da internet pode levar à dependência.

 

A família ajuda no tratamento ou ajuda a manter o padrão adoecido de comportamento, quando não se posiciona, quando não compreende, não dialoga... quando é permissiva.

 

Os pais e responsáveis precisam estabelecer limites, porque o cérebro de crianças e adolescentes “não está completamente formado e eles ainda não desenvolveram a capacidade de parar o comportamentos e perceber as consequências delesPor exemplo, mesmo que eles tenham que dormir cedo para acordar cedo pra escola, eles não conseguem por eles mesmos parar de jogar."

 

Bom, os tempos são outros, não dá pra exigir dos jovens que sejam apaixonados por esportes, e atividades comuns em outras épocas... mas dá para auxiliar no uso equilibrado.

 

Então, a família pode seguir alguns cuidados:

 

- cuide do seu próprio uso celular e aparelhos eletrônicos – as crianças e jovens fazem o que vêm os pais fazerem;

 

- estabeleça regras como: na hora do almoço todos os celulares vão ficar nos quartos... ou vão ficar no silencioso...

 

- antes de dormir, o uso do celular .. do tablete para  ... no mínimo 30-40 minutos antes e ir para a cama.

 

- os pais devem se interessar pelas atividades dos filhos, inclusive jogos e proporcionar momentos prazerosos em família e também com amigos, para que o jovem desenvolva interesse por outros contextos sociais em que ele vai se sentindo a vontade.

 

Tempo de qualidade: o maior aliado na luta contra o vício da internet.

 

Para muitas pessoas, a internet é um refúgio para a solidão, o isolamento e a falta de interação de qualidade com a família, por isso, investir tempo de qualidade com quem se ama é fundamental para prevenir hábitos nocivos referentes à internet.

 

Uma pesquisa da Yahoo mostrou que mais de 280 milhões de pessoas estão viciadas em smartphones no mundo. O estudo considera usuários viciados aqueles que checam aplicativos mais de 60 vezes por dia.

 

E você? Consegue se relacionar bem com a internet e os aparelhos eletrônicos? Ou seus relacionamentos, principalmente familiar e conjugal tem sido afetados?

Não é só os adolescentes que sofrem com o vicio em internet e tecnologias..

 

Alguns sintomas de que a pessoa está tendo sérios problemas com a internet e precisa de ajuda:

 

-normalmente discute ou é criticado pelo tempo que você passa conectado...

-Fica irritado quando alguém te atrapalha ou interrompe quando está online

-Você não vê o tempo passar e permanece online mais tempo do que pretendia...

-Confere suas mensagens o tempo todo

-Evita fazer programas legais pelo fato de que no lugar não tem acesso à internet, ou quando sai quer logo voltar pra casa pra se conectar

- A quantidade de likes que vc recebe em uma postagem afeta seu humor

 

 

Algumas dicas pra se livrar da dependência à internet e retomar sua qualidade de vida familiar e em geral:

 

– reconhecer que está com problemas e buscar ajuda para trabalhar a raiz do problema;

Ninguém consegue se livrar de um mal se não reconhecer que é um mal

- estabeleça o limite diário para uso da internet, ou dividido por período, manhã, tarde e noite;

 Existem até alguns aplicativos que podem ajudar a pessoa a monitorar o uso de aplicativos, emitindo um alerta quando a pessoa alcançar ou exceder o limite diário que foi estabelecido. Alguns até desligam o aparelho. Ou simplesmente, use um despertador ou em caso de computador, configure um tempo para desligar automaticamente;

- Perceba quais são os momentos em que você se sente mais solitário ou vulnerável, ansioso e busque outras atividades prazerosas ou ligue para alguém e converse um pouco;

- descubra outras coisas do que gosta . É difícil simplesmente parar de usar a internet em excesso . Precisa substituir a internet por outras coisas de que gosta;

- só deixe instalado aplicativos estritamente necessários e se preciso for, desinstale ou exclua contas em redes sociais caso não consiga usar com equilíbrio;

 

Está inclusive voltando também uma alta procura pelos dumb phones, (ou celulares burros) que são o oposto dos smartphones. Ou seja, só servem quase que pra falar. E esta é uma opção que vem sendo adotada por várias pessoas que estavam vendo suas vidas e relacionamentos se perderem por conta do vicio ou do uso excessivo da internet.

 

Pra não perder mais tempo do que o normal: 

 

- evite digitar mensagens que demora muito. Prefira Gravar áudios ou ligue. Assim você ganha tempo e evita mal entendidos próprios de mensagens escritas;

- sempre que possível, tenha material impresso ao invés de formato pdf., por exemplo. Cada vez que precisa acessar os arquivos, se sente tentado a acessar a net;

 

- FAÇA UMA LISTA DOS PROBLEMAS QUE TEM ENFRENTADO E TAMBÉM DE BONS MOTIVOS PARA NÃO GASTAR MUITO TEMPO NA INTERNET E DEIXE EM UM LUGAR VISÍVEL PARA TE AJUDAR A;

 

- NÃO VÁ PARA A CAMA COM O CELULAR. DESLIGUE-O OU DEIXE-O LONGE DE VOCÊ AO IR PRA CAMA.

 

SUA VIDA FAMILIAR E CONJUGAL COM CERTEZA VAI MELHORAR E MUITO!!!

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Distúrbios sexuais

12/02/2018

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga-me
  • Grey Instagram Icon

Você gostaria de ler mais sobre algum outro tema? Deixe sua sugestão!

Terapia Familiar e Sexologia

MedSquare

Rua Rafael Marino Neto, 222

Jardim Karaiba - Uberlândia/MG

Fone: (34) 9.9927-1133

© 2017 por Sarah Martins

Desenvolvido por Dandoor Publicidade

Sarah Martins