Blog

Blog

Carnaval: Sexo, álcool e drogas

11/02/2018

 

Nesta época de carnaval, o consumo de bebidas alcoólicas e de drogas ilícitas aumenta consideravelmente e vira um fator perigoso, quando combinado com a atividade sexual.

Em muitos casos, o consumo de álcool e drogas pode se tornar um perigo, porque, afetam o psiquismo e reduzem a percepção dos riscos, e a pessoa se engaja em atividades sexuais com pessoas diferentes, muitas vezes sem a devida proteção, não usando o preservativo.

 

Outro problema é porque alguns, principalmente adolescentes e jovens, vão para lugares isolados, escuros e perigosos... e na preocupação de serem pegos, ficam ansiosos, o que pode atrapalhar e muito na hora H.

 

Mas, o problema não para por ai... 

 

O uso dessas substâncias pode afetar e muito o desempenho sexual, principalmente dos homens.

 

O consumo dessas substâncias serve, muitas vezes, como desinibidor para os mais tímidos, porque baixa um pouco a ansiedade... a pessoa fica menos tensa e consegue enfrenta melhor seus medos e a sensação de inadequação...

 

Mas... O que para muitos pode significar mais estímulo sexual, pra outros o efeito é o inverso, diminuindo o interesse sexual.

 

Segundo pesquisas do Centro Médico Da Universidade De Utrecht, na Nova Zelandia, uma dose ou duas de bebida alcóolica, dependendo do peso da pessoa, além dos benefícios para a saúde pode servir como desinibidor pra atividade sexual sim, mas o álcool é um depressor do sistema nervoso... e aí acaba inibindo partes importantes para a excitação e pro prazer.

 

Causa desidratação e afeta a respiração e a circulação sanguínea, que é muito importante para o ato sexual, porque é preciso mais sangue circulando no corpo, principalmente na região íntima, aumentando também substancias associadas à disfunção erétil, como a angiotensina.

 

Para as mulheres, a bebida excessiva prejudica a lubrificação e elas precisam de muito mais estímulo, o que dificulta a relação, pode causar dor e até lesões.

 

Se você deseja se beneficiar da relação e da interação com a outra pessoa, sem os efeitos colaterais da bebida, o melhor é investir nas suas habilidades de interação ou até mesmo buscar a terapia sexual ou de casal.

 

 

 

 

Fonte:

http://www.huffingtonpost.ca/petra-zebroff/alcohol-affects-sex-life_b_2389856.html

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15478039

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Distúrbios sexuais

12/02/2018

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga-me
  • Grey Instagram Icon

Você gostaria de ler mais sobre algum outro tema? Deixe sua sugestão!

Terapia Familiar e Sexologia

MedSquare

Rua Rafael Marino Neto, 222

Jardim Karaiba - Uberlândia/MG

Fone: (34) 9.9927-1133

© 2017 por Sarah Martins

Desenvolvido por Dandoor Publicidade

Sarah Martins