Blog

Blog

Não grite com seus filhos

29/06/2018

Seus pais costumavam gritar com você e seus irmãos?

 

E você, costuma gritar com seus filhos?

 

Bom, infelizmente, nós temos a tendência de repetir o que vivenciamos na nossa criação, mas tomar consciência daquilo que nos fez mal, é o primeiro passo para mudarmos nossos comportamentos e semearmos coisas melhores para as gerações que vem depois de nós.

 

Infelizmente, a criação autoritária, inflexível, cria pessoas extremamente adoecidas emocionalmente, agora, além da violência física, nós temos um outro tipo de violência que é o grito.

 

Tem pais que decidem não bater nos filhos, mas em compensação, é uma gritaria só em casa e isso é extremamente prejudicial para a criança, tanto quanto a violência física.

 

O grito assusta a criança, gera medo, cria estruturas de insegurança muito grandes nas crianças.

 

Consequentemente, o grita quebra a confiança e desconecta emocionalmente pais e filhos. Porque, como ser amigo e próximo de alguém que te deixa inseguro e de quem você tem medo né?

 

Não podemos confundir respeito com medo. Filhos tem que respeitar os pais, não ter medo deles. E é aí que muitas crianças começam a se fechar, se isolar...

Algumas pesquisas concluem que as crianças começam a buscar na comida, o alivio para o estresse e tem a tendência de serem adultos obesos...

 

Crianças que crescem com gritos, desenvolvem processos inflamatórios no corpo, têm problemas de lidar com a raiva, se tornam adolescentes rebeldes, propensos à depressão, a problemas com drogas...

 

Então, quem cresce em um ambiente de tratamento duro, rude... tem muitas chances de se tornarem adultos com muitos problemas emocionais.

Então, se você costuma alterar a voz com seus filhos, é melhor parar, refletir sobre as consequências disso e mudar de comportamento. Talvez foi isso que você aprendeu, mas...

 

Precisamos, de certa forma, lutar diariamente contra nossa “natureza” e nossa criação, se a gente quiser ser melhor.

 

É importante repetir e até melhorar aquilo que nossos pais acertaram, mas seguir um novo caminho, diferente daquilo em que eles erraram.

 

Pensa sobre isso.

 

Sarah Martins

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Distúrbios sexuais

12/02/2018

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga-me
  • Grey Instagram Icon

Você gostaria de ler mais sobre algum outro tema? Deixe sua sugestão!

MedClínica 

R. Arthur Bernardes, 87
Centro - Coromandel/MG 

Fone: (34) 3841-1322

Terapia Familiar e Sexologia

MedSquare

Rua Rafael Marino Neto, 222

Jardim Karaiba - Uberlândia/MG

Fone: (34) 9.9927-1133

© 2017 por Sarah Martins

Desenvolvido por Dandoor Publicidade

Sarah Martins