Blog

Blog

Distúrbios sexuais


A população tem muita dúvida e pouco conhecimento ainda quando o assunto é transtorno ou distúrbios sexuais... os sintomas, as causas, os tratamentos, será que tem cura? enfim...

Esse assunto é amplo, e pra começar a falar sobre um pouco sobre isso, nós temos que apontar algumas coisas importantes antes:

Primeiro, quando o assunto é sexualidade humana, ela deve ser encarada sob três aspectos diferentes:

Fatores biológicos, psicológicos e socioculturais.

Quando nós falamos de transtornos ou distúrbios sexuais, nós consideramos três situações diferentes, ou seja, os transtornos são divididos em três diferentes formas, que são: os desvios, as inadequações e as disfunções sexuais.

Quando definimos o conceito do que é normal, ou do que é disfuncional, temos que considerar por qual perspectiva estamos avaliando.

O desvio sexual por exemplo, é toda prática que foge do padrão aceitável em determinada cultura. Então, do ponto de vista sociológico, cultural, o “normal” é aquilo que é praticado pela maioria das pessoas daquela região, daquela cultura, ou seja... o que é aceitável, tolerável em determinada cultura e o que não estiver dentro desses padrões culturais, é considerado desvio.

Alguns desvios não são considerados tão graves, mas outros já são, como por exemplo, a pedofilia, que é inclusive crime no Brasil, porque está fora dos padrões aceitáveis na nossa cultura. E os desvios trazem muito sofrimento para o indivíduo.

Do ponto de vista psicológico, a sexualidade normal, é aquela que esta de acordo com a visão de cada indivíduo. Nesse ponto, o que realmente importa é se a pessoa se sente bem com determinada prática, e tudo aquilo que gera sofrimento psicoemocional, que traz tristeza, ou que gera insatisfação, pra pessoa ou pro casal, nós temos o que é chamado de inadequação. Quando um apresenta algumas características que são inadequadas para o outro. E isso muitas vezes pode ser considerado uma disfunção, um problema sexual... mas que é apenas uma inadequação do casal e que precisa ser trabalhado, porque isto está muito ligado ao relacionamento interpessoal do casal. Também traz sofrimento, não só para a pessoa, mas prejudica também a capacidade de relacionar com o outro.

Já do ponto de vista biológico, do físico, a pessoa é considerada com uma disfunção sexual, se ela tem um bloqueio parcial ou total da resposta física, do funcionamento normal de seus órgãos.

E a terapia sexual moderna se propõe a tratar o foco do problema sexual, claro... mas também analisar o indivíduo como um todo, o contexto em que ele está inserido... a qualidade das suas relações... promovendo tanto uma adequação interna, de satisfação pessoal, de estar bem consigo mesmo... e também foca na melhoria da interação com o outro, do par, da adequação do casal.

Então, nem tudo é disfunção. Muitas vezes o que é necessário é uma terapia de casal, pra resolver problemas relacionais, o que vai, automaticamente, beneficiar a vida sexual.

Destaques
Arquivo
Siga-me
  • Grey Instagram Icon

Você gostaria de ler mais sobre algum outro tema? Deixe sua sugestão!

MedClínica 

R. Arthur Bernardes, 87
Centro - Coromandel/MG 

Fone: (34) 3841-1322

MedSquare

Rua Rafael Marino Neto, 222

Jardim Karaiba - Uberlândia/MG

Terapia Familiar e Sexologia

© 2017 por Sarah Martins

Desenvolvido por Dandoor Publicidade