Blog

Blog

Superproteção

29/05/2018

Estou espantada com o número de atendimentos a pais e filhos completamente perdidos... adolescentes e adultos fragilizados, desorientados, sem rumo, sem capacidade nenhuma para lidar com perdas, frustrações, desafios...


Não sabem tomar decisão, estão sempre inseguros, completamente dependentes! Não conseguem romper... se abatem e entram em depressão com muita facilidade...


Nunca desenvolveram a capacidade de superar problemas, de lidar com o "Não"... de saber esperar, saber lutar por seus objetivos, porque sempre tiveram tudo de "mão beijada", à  tempo e à hora... 

 

Vão para as melhores faculdades, mas quando saem, não fazem a menor ideia de como sobreviver sozinhos. 😣 Não crescem nunca! Nunca se emancipam.

 

A superproteção fragiliza, debilita, incapacita, aleja e cria pessoas completamente dependentes!


Ah se os pais soubessem o prejuízo que a superproteção causa aos filhos!😭

Amar também é dizer "não", é dar limite, é não ceder a chantagem emocional de filhos... é guiá-los, mas sem fazer tudo por eles... 


Amar é não encobrir erros!

Seu filho perdeu a prova? Deixa ele sofrer as consequências, não ligue na escola para inventar uma mentira ou apresentar um atestado falso. 

 

Seu filho adolescente já quer namorar? Deixe- o trabalhar para comprar o presente do dia dos namorados que está chegando. 

 

Seu filho errou? Ensine-o o caminho do conserto! 

 

Ele quer algo que você não pode comprar? Ensine-o a lidar com isso como fato natural da vida. Não faça dívida para dar o que eles querem!

 

O tempo vai passar e a conta vai chegar! E o preço é sempre alto!!! 
Mas ninguém está conseguindo lidar com as consequências. Pais e filhos adoecidos... 


Repense! Reflita! Mude! 

 

Bom, não é fácil, mas é importante os pais irem abandonando atitudes de superproteção e deixar que os filhos vão gradativamente tomando decisões sozinhos, tornando-se mais independentes e não fazerem tudo por eles, principalmente, entender que frustração também faz parte do desenvolvimento saudável do ser humano.

 

Ensinar fazendo junto com a criança e depois deixa-la fazer sozinha... como colocar os brinquedos no lugar. Se os filhos não fazem, normalmente, os pais é que acabam recolhendo todos espalhados pela casa. Isso treina a criança a sempre ter alguém fazendo por ela. Isso faz com que a criança nunca aprenda a fazer por si só.

 

Uma atitude muito nociva dos pais é sempre resolverem os problemas dos filhos e não deixar que sofram nenhuma consequência negativa de eventuais decisões e atitudes erradas. A criança esqueceu de levar o caderno da lição de casa e os pais o levam para a escola, em vez de deixá-la sofrer as consequências na aula. Assim ela provavelmente continuará a esquecer seus materiais escolares em casa. Assim, os pais não deixam a criança se tornar responsável.

 

Aí a criança cresce inseguras  sem a capacidade de aprender a partir das consequências de suas atitudes.

 

A superproteção é o caminho inverso da educação, por isso, deixe seu filho crescer e saber lidar melhor com a vida. Você não vai estar por perto pra sempre!!! 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Distúrbios sexuais

12/02/2018

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga-me
  • Grey Instagram Icon

Você gostaria de ler mais sobre algum outro tema? Deixe sua sugestão!

MedClínica 

R. Arthur Bernardes, 87
Centro - Coromandel/MG 

Fone: (34) 3841-1322

Terapia Familiar e Sexologia

MedSquare

Rua Rafael Marino Neto, 222

Jardim Karaiba - Uberlândia/MG

Fone: (34) 9.9927-1133

© 2017 por Sarah Martins

Desenvolvido por Dandoor Publicidade

Sarah Martins