Blog

Blog

Correção de filhos : bater

26/06/2018

E hoje falando sobre educação de filhos, um dos maiores desafios é estabelecer limites e conseguir balancear amor e firmeza.


Muitos pais acreditam que já fizeram de tudo e não conseguem que o comportamento da criança melhore, e acreditam só resta bater...

 

Em primeiro lugar, os pais praticamente nunca batem para educar, mas para descontar sua raiva e a frustração de não estar conseguindo exercer sua autoridade. Aí acabam batendo com força, quando estão nervosos, estressados... e vai só piorando a situação, porque os pais acabam se sentindo culpados depois, sentem remorso, e acabam voltando atrás em muitas decisões por ficarem com pena dos filhos por terem batido.
Mas bater não é educar.


Mas... Educar significa “transmitir saber; dar ensino e instrução”.
Educar dá trabalho, exigem paciência, esforço... e é importante lembrar que a criança aprende por repetição. E esse ensinamento tem que acontecer no momento em que a situação acontece. Mas infelizmente, por causa da vida corrida, com a terceirização da educação dos filhos, não há mais tempo de qualidade com os filhos, não há mais diálogo... É preciso repetir várias e várias vezes para que a criança internalize o comportamento adequado.


Mas infelizmente, o tempo para educar realmente os filhos, estando juntos e ensinando o caminho em que eles devem andar, está escasso.

 

Além da falta de estrutura emocional para educar, levam uma vida estressante, tentam
compensar os filhos por causa da sua ausência com coisas materiais... não se posicionam diante dos filhos, vão perdendo o controle até chegar no ponto de ter que bater.


Então a dica de hoje é firmeza. Até quando os filhos não querem largar o celular... os
pais precisam ser firmes. E firmeza envolve dizer não e pronto.


Os filhos vão fazer birra, chantagem, teatro, manipulação, mas os pais precisam
respirar fundo, aprender a lidar com a frustração da criança... E ... não ceder, esperar
até que, pela repetição, a criança se acostume com limites, comeem a desenvolver
abilidades iternas pra lidar com sua própria frustração, e e comece a apresentar um
melhor comportamento.


Senão, se os pais sempre cedem a criança se acostuma. Aí os pais perdem o controle
e decidem bater.


Então, quero que pensem sobre quais atitudes dos filhos tem trazido tristeza, raiva... e
como você tem agido?


Você tem cedido? Já perdeu o controle?


Pensa sobre isso e a gente volta pra falar mais sobre isso depois.

 

Grane abraço, 

 

Sarah Martins

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Distúrbios sexuais

12/02/2018

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga-me
  • Grey Instagram Icon

Você gostaria de ler mais sobre algum outro tema? Deixe sua sugestão!

MedClínica 

R. Arthur Bernardes, 87
Centro - Coromandel/MG 

Fone: (34) 3841-1322

Terapia Familiar e Sexologia

MedSquare

Rua Rafael Marino Neto, 222

Jardim Karaiba - Uberlândia/MG

Fone: (34) 9.9927-1133

© 2017 por Sarah Martins

Desenvolvido por Dandoor Publicidade

Sarah Martins